Resolva suas pendências!

O acúmulo de pendências pode estar te sabotando e você não se deu conta!

Todos nós temos uma lista de coisas por fazer, que vamos deixando no meio do caminho. Acontece que esse “lixo” não fica no passado, você vai andando e arrastando com você.  E dependendo da quantidade de pendências, ou da importância delas, o planejamento e a visão a longo prazo ficam confusos.

Tente imaginar seu cérebro como um computador e a toda hora aparece um pop-up na sua tela, te lembrando de algo pra fazer. Atrapalha, certo? Tira a atenção das tarefas maiores. E o que eu acho ainda pior, dá uma péssima sensação de dever não cumprido, de falha.

Você já sabe que quer mudar de vida e resolvendo suas pendências é um bom jeito de começar. A sensação de terminar algo que você se propõe a fazer é motivador, é combustível. Essa sensação vicia.

Eu sugiro fazer uma lista. Separe um tempo tranquilo e escreva. Não faça só na sua cabeça, escrever te faz pensar mais, melhor, e cria um comprometimento. Escreva tudo o que está por resolver na sua vida. Tudo mesmo, desde arrumar o armário, a telefonar para uma pessoa, ler um livro comprado há meses (às vezes anos), começar MESMO uma dieta, pedir desculpas para alguém. Tudo, tudo mesmo. Faça um check list e vá riscando as tarefas feitas. Ponha uma data para terminar todas, mas seja realista. Aproveite melhor seu tempo, veja menos TV ou fique menos na internet.

Se comprometa a nunca quebrar um trato feito com você mesmo no dia anterior.

Eu encaro como um ritual de passar a vida  a limpo e de vez em quando faço isso. Te garanto que é motivador.

Se prometa uma recompensa para quando concluir tudo. Um objeto em que você possa olhar com frequência pode  ser que te lembre como é a sensação de se planejar e cumprir. Comemore no final. Você merece.

 

Boa sorte!

Faça escolhas conscientes!

Cérebro de Farinha !?!

Quando comecei a ler esse livro, jamais pensei que fosse  render assunto para um post, Li-o porque há algum tempo ando me interessando sobre a influência da alimentação na saúde e qualidade de vida em geral. Afinal a máxima “somos o que comemos” é uma grande verdade, não? E para minha surpresa, tem muita a ver com mudar de vida.  A leitura foi de reveladora a surpreendente, passando por assustadora. Aprendi coisas que com certeza, irão mudar minha vida. Pelo menos, o modo como me alimento e a partir daí… muita coisa vai mudar.

O autor, Dr David Perlmutter que além de médico de neurologista é membro da Sociedade Americana de Ciências e Nutrição e membro fundador do Conselho Americano de Medicina Holística e Integradora. Sendo o único médico dos EUA com ambas credenciais, tem uma perspectiva única entre a alimentação e o funcionamento do cérebro.

O livro traz muita informação relevante. Vou tentar resumir da melhor forma possível mas com certeza é uma leitura que recomendo. Não é sobre doença celíaca mas sobre os muitos danos causados por hidratos de carbono, nossa atual base alimentar.

- “Esse livro fala sobre escolhas de vida que pode fazer hoje para tornar o seu cérebro saudável, cheio de energia e astuto, ao mesmo tempo que reduz significativamente o risco de contrair doenças cerebrais debilitantes no futuro. Dedico-me ao estudo de doenças do cérebro há mais de trinta e cinco anos.” –

Com anos de pesquisa própria e análise de sérios estudos feitos em várias partes do globo, Dr Perlmutter tem tratado com sucesso em seu consultório,  pacientes que apresentam problemas diversos como: TDAH, ansiedade e stresse crônico, depressão, diabetes, epilepsia, problemas de concentração, doenças inflamatórias como artrite, insônias, problemas intestinais, problemas de memórias e déficit cognititivo leve, perturbações do humor, excesso de peso e obesidade, síndrome de Tourette, e muitas outras desordens. Ele relata casos de pacientes que resolveram problemas, apenas com alterações alimentares,  após anos de fracassos consecutivos com tratamantos alopáticos.

O que mudou tanto, no espaço de algumas gerações, para que tenhamos hoje em dia tantos casos de câncer, depressão, crianças diagnosticadas a toda hora com TDAH (hiper atividade e déficit de atenção). Além de termos mais stress, poluição, o que mais pode nos estar causando tantos problemas de saúde? Nossos antepassados consumiam 5% de hidratos de carbono e hoje consumimos cerca de 60%.

Esse elevado consumo de, principalmente cerais, foi demasiado rápido para nosso organismo, que leva milhares de anos a se  adaptar a mudanças. Nossos ancestrais não tinham acesso fácil aos cereais e grande parte de nós tem algum nível de intolerância ao glúten, que pode causar danos a qualquer órgão, incluindo o cérebro, causados por níveis elevados de anticorpos contra a gliadina, um componente do glúten.

Mesmo que consuma hidratos de carbono sem glúten, por si só, esses hidratos elevam os níveis de açucar e insulina no sangue, aumentando a possibilidade de diabetes.

O livro fala muito mais, sobre consumo de frutas e importância do colesterol, por exemplo. O autor sugere alguns exames a serem feitos, cardápios, suplementos, substituições e também fala da importância dos exercícios aeróbicos, da qualidade do sono e da disciplina dos horários para comer, dormir e acordar, já que somos regidos por hormônios. Nosso assunto aqui não é saúde e alimentação mas se você tem alguns dos problemas que o autor cita, sente-se frequentemente cansado, indisposto, talvez a proposta que o autor faz te ajude a realmente mudar de vida. Essa sim é a nossa questão aqui, mudar de vida! Vale a pena investigar quando a assunto é sentir-se bem, cert? Sentir-se bem de saúde e cheio de energia, se não forem objetivo final, são um bom começo para mudar de vida.

Acho que o livro ainda não chegou ao Brasil mas estou recomendando-o para amigos e família, então obviamente quis compartilhar aqui.

Estou há uma semana sem consumir glúten e consumo hidratos de carbono somente em forma de legumes e frutas. Sem ser esse o objetivo, perdi peso e definitivamente comecei a me sentir com mais energia e disposição. Ainda não percebi melhoras na concentração e na capacidade de concentração mas faço uma atualização mais pra frente. Estou animada com os resultados!

Fiquem bem!

Façam escolhas conscientes!

Você é um sapo ???

Não lembro a primeira vez que ouvi, ou li,   mas a verdade é que nunca mais saiu da minha cabeça:

Diz a lenda que se você pegar um sapo e colocá-lo numa panela com água fria e gradativamente aquece-la, o sapo fica lá, não reage e acaba  morrendo cozido! Mas se você pegar um sapo e jogá-lo numa panela com água fervendo, ele pula e escapa.

 

Acontece o mesmo com a gente! Suportamos situações ou relações que nos fazem infelizes ou no mínimo, não trazem prazer e alegria. Pode ser um trabalho que começou temporário, um namoro que não era pra ser sério mas é melhor ter um sapato velho que andar descalço, não é mesmo ? Pode ser viver numa cidade que você odeia e achou que a essa altura, já estaria longe.

A questão é que temos uma incrível plasticidade que nos faz acostumar com tudo. Tanto que às vezes nem pensamos no assunto. Sabemos que nos sentimos incompletos, infelizes mas vamos vivendo um dia após o outro, absorvidos pelo cotidiano urgente.

Há que se entender que períodos de dedicação e esforço sempre são necessários quando se quer chegar a um objetivo maior lá na frente e não é disso tipo de “sacrifício” que estou falando. Falo de não se viver a vida que se quer. Falo de se perder nas obrigações de pagar as contas e não se divertir com o percurso. Falo de não se permitir sonhar grande.

Seja honesto e faça uma reflexão. Você é um sapo? Está passivo perante sua vida e deixando-se levar? Simplesmente suporta situações ou pessoas porque, afinal de contas, sempre poderia ser pior?

Mas, como saber se sou um sapo na panela, já que é difícil avaliar uma situação quando estamos vivendo, no meio da experiência? Coloque-se no lugar do outro! Conte para você mesmo tudo o que anda passando e ouça como se estivesse ouvindo sobre alguém que você conhece. Como você se sente? Acha uma loucura, um absurdo tudo? É mais fácil julgar assim. Talvez você descubra que não sabe como ou porque anda tendo a vida que tem.

Espero que você pule da sua panela antes que seja tarde demais.

 

Fiquem bem,

Façam escolhas conscientes!

 

 

 

Sem planejar, longe não vai

Ou chega ao lugar errado, ou atrasado, ou cansado…

A grande maioria das pessoas que conheço não têm um planejamento de vida. Perguntei para algumas pessoas, amigos, conhecidos e desconhecidos e parece que o normal é planejar a carrerira, a profissão e tudo o que envolve a vida financeira. Concordo que é importante e fundamental mas, é tudo ? E um planejamento de e para a vida ?

No livro “The Miracle of Self-Discipline” (leia mais sobre o livro aqui), o escritor Brian Tracy diz que para cada 1 minuto gasto planejando, ganha-se 10 minutos na execução. Além de ser uma ferramenta de gestão de tempo, por motivos óbvios, planejar para mim, é como acender grandes postes ao longo do caminho a ser percorrido.

E como se muda de vida sem planejar ? Não dá, não vai dar certo. Há uns anos atrás conheci uma mulher que é pra mim, o maior exemplo de quem quer mudar de vida. Ela é uma pessoa muito especial, cheia de vida e muitas histórias pra contar, apesar de ter passado por poucas e  boas nessa vida. Vou contar a história de como ela planejou sua grande mudança :

Vou chamá-la se R.S.  Ela casou-se cedo, grávida, com o primeiro namorado. Teve um menino. Depois mais dois. Morava em Uberaba, próxima às famílias dela e do esposo. Trabalhava como enfermeira mas não gostava muito, queria separar mas tinha muita pressão e influência da família, em uma cidade do interior de Minas, em meados dos anos 80… Então numa  viagem de carro pelo interior de SP o pneu do carro furou, e eles entraram na cidade mais próxima, Serra Negra. Passaram a noite lá e ela me disse q assim que entrou na cidade, decidiu que ia se mudar para lá, porque longe da família ia “conseguir” se divorciar. Conveceu o esposo (desculpem, não lembro qual era a profissão dele) e levou dois anos se planejando, juntando dinheiro. Abriu um comércio com artesanato que ela mesma fazia, entre outras coisas. Numa das aprontadas do marido, pediu o divórcio. Expandiu o negócio, viajou, arranjou um namorado que a amava e por quem ela era apaixonada. O ex voltou pra Minas e ela reescreveu sua história.

Penso em R.S. de vez em quando, em como ela deve ter se planejado para mudar de cidade, de profissão, arrastando três crianças pequenas. Pena que perdi o contato com ela, gostaria de lhe perguntar como foi esse planejamento. Na época não tive essa curiosidade.

Mas, e como é que se planeja?

Eu costumo ler muito sobre o assunto, vários livros e presto atenção ao que pessoas de sucesso autores mais lidos sobre o assunto recomendam.  Se funciona com um monte de gente, deve fazer sentido.

Esse método é o meu, você deve encontrar o seu. Aquele que funcione pra você, é o certo. Mas não deixe de planejar. Tenho a imagem na minha cabeça que uma pessoa sem planejamento na vida é como um navio sem comandante, no meio da imensidão do oceano… pode chegar no paraíso mas também pode encalhar, passar por tempestades e até afundar! Uma vida sem um plano, pra mim, é completamente angustiante.

Primeiro, acho importantíssimo ter as metas escritas no papel. Tenho um caderno que uso só para isso, outro para as mini-metas. Escrever além de ajudar a ter um pensamento mais claro, ajuda a definir prioridades e a criar um compromisso com você mesmo, além de ser possível fazer acompanhamento dos progressos e corrigir rotras, se necessário.

Meus caderninhos de planejamento !

Meus caderninhos de planejamento !

1.Gosto de começar com o planejamento de longo prazo. Imagino como  quero que minha vida seja daqui 10 anos, o que eu gostaria de estar fazendo, que tipo de vida quero ter, quem quero ser. Acho que começando pelo prazo mais longo, é mais fácil definir os planos para prazos mais curtos. Tento ser o maís específica e detalhada quanto seja possível. Por exemplo:

Quero comprar uma casa de X metros, N quartos, de tal jeito, em tal bairro, que custe R$ X. Para isso vou precisar poupar R$ Y/ mês. E não simplesmente: pretendo comprar uma casa.

Planejamento consciente!

Planejamento consciente!

2.Depois que sei como quero estar daqui a 10 anos, fica mais fácil imaginar como será a vida daqui a 05. Deveria estar no meio do caminho, provavelmente.

3. Então vejo como quero estar daqui um ano, 06 meses e escrevo, com a maior riqueza de detalhes que eu conseguir, o que espero alcançar.

4.É importante colocar datas (realistas e executáveis), metas com datas irreais para a conclusão acabam desmotivando.

5. Agora é importante fazer a programação das mini-metas, que são os passos a serem feitos para conseguir atingir as grandes realizações. Dividir uma grande tarefa em menores facilita em tudo e concluir vários pequenos projetos é um energético motivacional.

5.1 Eu divido meu ano em meses. Os meses em semanas e as semanas em dias. Pego o objetivo do período maior e vou distribuindo em períodos menores. Não sou muito rígida aos horários ou mesmo aos dias. Meu prazo limite sempre é a semana. Não posso começar uma segunda-feira sem ter concluído toda a programação da semana passada, nem que para isso tenha que comprometer o sábado e o domingo. Tenho um quadro na minha mesa e escrevo tudo o que é preciso ser feito nos próximos 06 dias. Vou concluindo e riscando. É ótima a sensação de ver sua lista de afazeres diminuido!

Aprendi há 08 anos atrás, em um curso, o método SMART de planejamento. Faz ainda mais sentido se levar em consideração o trocadilho (smart = inteligente, esperto). Olha só como ajuda no planejamento e serve para todo tipo de meta:

Vou usar como exemplo, o planejamento da compra de um carro:

e S pecifique: escreva claramente modelo, cor, acessórios, roda, todos os detalhes.

  M ensure: quanto custa  exatamente esse carro? Quanto você precisar guardar?    Como     vai pagar?

  A lcançavel : Primeiro, a meta deve ser realista. Segundo, o que é preciso ser feito para realizá-la? Você vai precisar fazer hora extra? Um empréstimo talvez? Escreva.

 R elevância: Porque é importante para você comprar esse carro? Merecimento por ter trabalhado muito? Recompensa por perder 20 Kg? Escreva suas razões.

  T empo:  Um dos itens mais importantes de todo, pois sem uma data, seu carro pode ser um sonho distante para sempre. Escreva a data em que você vai estar com as chaves na mão. Pode dividir metas menores (data para juntar R$ X, R$ Y e R$ Z e assim por diante)

Eu particularmente acho esse método o mais eficaz para planejamento de uma meta. Espero que vocês gostem. Se tiverem um método diferente e quiserem compartilhar, me contem. Sempre quero aprender novos métodos.

Um passo pode fazer toda diferença

Um passo pode fazer toda diferença

Fiquem bem

Façam escolhas conscientes!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aquele momento em que se percebe que a vida não tá certa…

Para a inglesa Kate Hall esse momento decisivo foi quando ela e o namorado pularam o almoço porque não podiam pagar pelo almoço e pelo jantar. Logo depois ela se pegou dizendo ao namorado que eles deviam se mudar da Inglaterra, pois o seu coração dizia que era o que deveriam fazer para garantir que a situação pelo qual estavam passando nunca mais se repetiria. “A vida não deve ser assim, tão difícil foi o que pensou”

Eles passaram dois anos viajando pela Europa, trabalhando em empregos diversos e vivendo a vida como achavam que deveria ser. Hoje estão casados, moram na Alemanha e não pensam em voltar a morar na Inglaterra.

Kate Hall

Kate Hall

Kate conta sua história no blog  thelotuscreative.com

Eu adoro ouvir histórias de pessoas  que  decidiram mudar suas vidas e todo o processo por que passaram. Não é uma grande inspiração ouvir como o ser humano tem tanta capacidade de adaptação, de superação ?

Eu tive alguns momentos em que percebi que a vida não estava no rumo certo, acho que todos nós temos em algum momento da vida, ou em vários. O que faz algumas pessoas seguirem seus corações como fez Kate? Conheço algumas pessoas que sentem-se absolutamente infelizes, no mínimo insatisfeitas com trabalho, ou relacionamento, ou vida pessoal e nada fazem a respeito. São bons lamentadores. Mas não agem. Pode passar um ano, mas nada fizeram para estar sequer 1 passo mais próximas da vida que desejam.

Talvez pra você não tenha esse momento mágico onde os anjos tocam as trombetas do despertador na sua orelha. Será que você está esperando esse um sinal claro e escrito do Universo ou de Deus, aquela gota d’água? Meu amigo, se você está esperando esse aviso, sinto dizer mas acho que é melhor você deitar para não se cansar. A vida está o tempo todo mandando sinais de que algo não vai bem., quando está no caminho errado. O sinal deveria ser O próximo.

Se sua vida não faz sentido, o que mais você espera acontecer para decidir agir? Pode começar com coisas simples (se você não faz o estilo mudança radical), mas comece já! Você deve saber o que está errado e o que deve e precisa fazer.

O tempo perdido não vai voltar… é menos tempo sendo feliz e vivendo plenamente.

Feliz mudanças!

 

 

 

Sábios conselhos …

dados por pacientes terminais.

Apesar da sensação de o tempo estar cada vez mais escasso, na via oposta tenho a sensação de ter muito tempo para consertar relações, arrumar a vida que está meio torta, melhorar o físico, o trabalho,  a mente e o espírito. Assim os planos e projetos vão se somando enquanto a rotina engole tudo.

Muito inspirado estava John Lennon quando disse Vida é aquilo que acontece enquanto você está fazendo planos.

Uma enfermeira da Austrália chamada Bronnie Ware reuniu em um livro chamado The top five regrets of the dying (“Os cinco principais arrependimentos de doentes terminais”, traduzido no Brasil como “Antes de partir”), o que os pacientes que ela cuidava, todos em estágio terminal, teriam feito de diferente em suas vidas.  Descobriu os 5 maiores arrependimentos em comum.

antes_de_partir

Fornecem um bom momento de reflexão pois desde o dia que nascemos, a única certeza que temos é a de que vamos morrer. Um dia esse dia vai chegar, mas agimos como se estivesse loooooonge. Mas e se você soubesse que nao tem mais todo o tempo do mundo ?

Os maiores arrependimentos:

Primeiro:maiores-arrependimentos-antes-de-morrer-1

Arrependimento mais comum. É fácil perceber, quando não se tem mais tempo, os sonhos que foram abandonados pelo meio do caminho. Isso traz sensação de amargura e frustração. Na verdade a maior parte dos impedimentos de ter a vida que desejamos é causado por nós mesmos.

Segundo:

maiores-arrependimentos-antes-de-morrer-2   Ter tido mais dinheiro não é algo mencionado por pessoas no fim da vida, na verdade bens materiais em geral não são lembrados. As maiores lembranças são relacionadas as pessoas e momentos. Então do que adiantou ter trabalhado tanto e perdido convívio com família e amigos ? Esse é um grande arrependimento sentido no fim da vida. No fim das contas, tudo refere-se a como o tempo é empregado, aproveitado e vivido.

Terceiro:

os-maiores-arrependimentos-antes-de-morrer

   Em nome da paz e do bom convívio muitas pessoas guardam para si o que realmente sentem ou gostariam de falar. A amargura e o ressentimento carregados podem causar doenças. Não podemos controlar as ações e reações dos outros, somente a nós próprios. Cada um exerce o caráter e a dignidade que têm. Não dá para se fazer nada a respeito.

Quarto:

os-maiores-arrependimentos-das-pessoas-antes-de-morrer   Ah, a vida corrida… como encontrar tempo para manter os amigos? Pois não ter mantido contato com grandes amigos foi um dos grandes arrependimentos mais citados. Segundo Bronnie, a ausência de amigos é sentida no fim da vida e trouxe arrependimentos profundos a alguns dos pacientes.

Quinto:

arrependimentos-antes-de-morrer  Pode parecer até meio óbvio e muita gente não percebe mas ser feliz pode ser uma opção de escolha. Ficaram presos a velhos padrões e hábitos. O medo da mudança não deixou esses homens e mulheres terem a chance de experimentar novas situações, de VIVEREM tudo aquilo que gostariam e realmente poderiam. Poucos têm no leito de morte a sensação de paz de terem feito tudo o que podiam ou o que quiseram.

   A vida é feita de escolhas e estas devem ser feitas conscientemente, com sabedoria. Aproveite seu tempo da melhor maneira possível. Tente imaginar o que você realmente gostaria de fazer, o que traria felicidade, o que seria realmente importante se você tivesse mais um ano de vida apenas. Nos colocar em uma situação extrema nos permite excluir pessoas e situações que não trazem felicidade, alegria, paz e fazer escolhas mais acertadas, no caminho certo.

 

Bronnie Ware

Bronnie Ware

Domine os primeiros momentos do dia

Não me canso de ouvir as pessoas comentando a sensação de que o tempo está cada dia mais escasso, voando.  Se o final do ano já está aí, segunda-feira parece que aparece bem no meio da nossa cara, como uma pop-up malvada e acordamos com a péssima sensação de  já estar atrasados.

É levantar pular da cama, quase no susto, com vontade de ficar só mais 5 minutinhos…. E aí, pernas e braços para que te quero. Mal dá tempo de se arrumar e comer. Não temos tempo a perder, temos um dia inteiro pela frente, esperando para ser conquistado é frequente  desenrolar-se uma sequência de atropelos e bagunça. Os americanos têm um nome pra isso: “Bad Hair Day”, ou dia de cabelo ruim. Sabe aquele dia em que o cabelo parece estar indomável, não fica bom nem pra lá nem pra cá? Eles dizem que dia que começa assim, tudo parace dar errado. Pois é.

BadHairDay

Tem  tido muitos “Bad Hair Days”? Algo parece não estar certo. Então quero te convidar a experimentar acordar mais cedo, 15 minutos (sim, é difícil sair da cama mais cedo quando se quer ficar 5 minutos a mais. Vá dormir mais cedo. Eu sei, seu dia é tão cheio, tantos afazeres… Que tal ficar um pouco menos em frente a TV/ internet/ redes sociais e melhorar sua qualidade de vida ?) e inspirar profunda e vagarosamente, agradecer pela noite reparadora , fazer suas orações – se for o caso – e programar como será seu dia? O ideal seria escrever sua programação mas ao menos faça isso mentalmente. Ponha energia nisso. Se anda muito estressado ouça uma música calma, se pelo contrário precisa de energia, ouça algo alegre e animado. Tente pensamentos como ” O dia hoje será produtivo” ou “Hoje manterei a calma”, coisas assim. Durante o dia o cérebro vai lembrar disso e sua disposição/ humor só a ganhar. Um dia bom atrás do outro fazem semanas melhores, meses mais calmos e produtivos, anos com mais sentido…. Uma vida é feita de muitos dias, não é ?

quero-mudar-de-vida-foto

Para aqueles que gostam de orar, quero compartilhar uma linda oração para o começo do dia:

Oração da manhã

Senhor, no início deste dia,
venho pedir-Te saúde,
força, paz e sabedoria.

Quero olhar hoje o mundo
com olhos cheios de amor,
ser paciente, compreensivo,
manso e prudente;
ver, além das aparências,
teus filhos como Tu mesmo os vês,
e assim não ver senão o bem em cada um.

Fecha os meus ouvidos a toda a calúnia.
Guarda a minha língua de toda a maldade.
Que só de bênçãos se encha o meu espírito.

Que eu seja tão bondoso e alegre,
que todos quantos se aproximarem de mim,
sintam a tua presença.

Senhor, reveste-me da tua beleza,
e que, no decurso deste dia,
eu Te revele a todos. Amen.

 

 

Qualidade de Sono X Qualidade de Vida

Well my friend, você, eu e todo o  mundo sabemos que dormir bem é importante. Mas e quando, seja lá por que motivo for, não conseguimos dormir bem?

Ficar sem dormir faz muito mal!

Ficar sem dormir faz muito mal!

Às vezes, pelo trabalho ou pelo estudo, precisamos reduzir as horas de sono ou até mesmo ficar um dia sem dormir para conseguir finalizar algum compromisso. Ocasiões pontuais existem e não vamos entrar no mérito que a maior parte desses eventos poderiam ser evitados se não tivéssemos o terrível hábito de deixar para os 40 do segundo tempo…

Quanto uma noite mal dormida pode influenciar seu cotidiano? E noites seguidas? Já pensou como seria passar anos sem dormir direito? Isso acontece com algumas pessoas. E pode ser a raiz de diversos problemas.

Em uma pesquisa, especialistas do sono da Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh chegaram à conclusão que a falta de pelo menos 6 ou 7 horas dormindo traz diversas consequências negativas para o organismo. É um fator agravante para casos de depressão, além de prejudicar o humor, a memória, raciocínio, sensibilidade à dor, resistência imunológica, apetite, metabolismo. Os riscos de doenças cardiovasculares e de derrame são mais altos nas pessoas que dormem menos de seis horas por noite, assim como foi detectado um  risco aumentado de pólipos colorretais potencialmente cancerosos, segundo  estudo com 1.240 pessoas conduzido por pesquisadores da Universidade Case Western Reserve, Cleveland.

Até mesmo uma única noite de sono inadequado pode causar elevações durante o dia da pressão nas pessoas com hipertensão.

Segundo uma pesquisa da Universidade de Warwick na Inglaterra que analisou os hábitos de quase 500 mil pessoas nos Estados Unidos, Japão, Suécia, Alemanha, além da própria Inglaterra. Os dados, publicados pelo European Heart Journal apontam que pessoas com esse perfil têm até 48% de chances de ter algum tipo de ataque do coração e até 15% de sofrer um derrame.

Já a pesquisa feita pela Leiden Medical Centre da Holanda concluiu que a diabetes tipo 2 está intimamente ligada à má qualidade do sono.

Ok, sabemos que dormir pouco faz mal mas tive contato com dois casos que me fizeram perceber na prática as consequencias de não dormir bem. O curioso é que em ambos os casos, as pessoas não sabiam que não dormiam bem… E isso afetava e muito a vida delas.

Desde que me lembro minha mãe tem um sono leve, acorda super fácil. Há alguns anos ela começou a ter uma dor no “fundo do olho” que não passava e junto trazia uma nada agradável dor de cabeça. Ela foi algumas vezes ao oftalmo, insistindo que tinha algo errado. Fez exames. Nada. Como meu irmão e eu já não moramos com meus pais, ela às vezes ia dormir em nossos quartos, quando meu pai estava cansado, roncava e ela não queria acordá-lo. Então ela foi percebendo que quando dormia sozinha quase nunca tinha dor. Foi testando, testando até descobrir que a dor no olho era por dormir pouco/mal, quando meu pai roncava. E o mais assustador, ela descobriu que não tinha sono leve, é que não dormia profundamente.

O outro caso é um pouco mais extremo e ilustra muito como dormir mal prejudica a vida de uma pessoa em diversos sentidos. O marido da minha amiga Juliana sabia que não dormia bem mas não sabia o motivo e nem desconfiava das consequencias desastrosas. Quem investigou e descobriu foi o psiquiatra, que estava buscando as causas de crises de ansiedade e do pânico. A péssima qualidade do sono dele estava realmente afetando sua vida. Além é claro, de agravar as crises de ansiedade, deixava-o com alterações de humor bem intensas, trazendo prejuízos nas relações de trabalho e pessoais. Ele também ficava tenso, com dores na região do pescoço, que acabava sendo um agravante e um combustível para esse ciclo sem fim. A razão? Um desvio de septo! Ele acabava dormindo de boca aberta, a boca ressecava, ele acordava. Uma cirurgia simples resolveu não um, mas vários problemas que estavam trazendo prejuízos reais em vários aspectos de sua vida.

E você, dorme bem? Dorme realmente bem? Seja sincero consigo mesmo e se você não dorme como deveria, descubra as razões e faça o possível para corrigir esse problema e ter horas de sono satisfatórias. Dormir mal pode minar sua energia, seu foco e concentração, que são fundamentais para quem quer mudar de vida. Sua qualidade de vida pode melhorar consideravelmente.  Já pensou se tudo o que você precisa para mudar sua vida é corrigir seu sono? Vale a pena investigar sua qualidade de sono.

Boa sorte!

 

 

 photo quero-mudar-de-vida_zpsc49833e2.jpg
Seja a mudança que você quer ver no mundo!

Curtinhas

Mantenha seus olhos nas estrelas e os pés no chão - T. Roosvelt